07 junho, 2009

VITÓRIA HISTÓRICA NO ROCHDALE!

Inquestionável. É o mínimo que se pode dizer sobre a maiúscula vitória do Grêmio Osasco sobre o XV de Novembro de Piracicaba, nesta manhã de domingo, no Estádio José Liberatti, em Osasco. João Paulo, Souza e Rogerinho marcaram os gols da partida, que valeram o segundo acesso consecutivo ao time osasquense em sua breve história (o clube foi fundado em dezembro de 2007).

E além de conquistar o direito de disputar a Série A2 em 2010, com a vitória o Grêmio Osasco terminou a fase na primeira colocação do grupo, garantindo sua vaga na final da competição. O outro classificado do grupo foi o Pão de Açúcar, que bateu o Penapolense por 3 a 1, na Rua Javari..

No outro grupo o finalista é o Votoraty, que derrotou o Osvaldo Cruz por 4 a 1, em Votorantim, e terminou em primeiro lugar. Mesmo com a derrota, o Osvaldo Cruz ficou com a quarta vaga, pois já havia garantido seu acesso na rodada anterior.

Em Osasco, a partida começou equilibrada com as defesas pegando forte, sem dar chances aos atacantes. E foi a equipe adversária que chegou pela primeira vez aos 10 minutos quando Preto cruzou na área e Montibeller (que substituiu Leandro, suspenso pelo terceiro amarelo) afastou com o pé, meio desajeitado.

O Grêmio Osasco chegou pela primeira vez aos 16 minutos. João Paulo recebeu lateral cobrado por Andrey, girou sobre seu marcador mas finalizou pelo lado de fora da rede.




Aos 27 minutos, em rápido contra ataque, Dedé entrou na área mas foi travado pela zaga na hora do chute. O rebote sobrou para Souza que bateu forte, à esquerda de Wanderson.



O XV pressionava, mas quem chegou novamente com perigo foi o Grêmio Osasco. Aos 31 minutos Geninho bateu por cobertura, quase encobrindo o goleiro piracicabano. Os visitantes responderam dois minutos depois. Em cruzamento na área, Adilson se antecipou ao goleiro e tocou de cabeça. Mendes salvou praticamente na linha do gol. No rebote Laércio encheu o pé. A bola tinha endereço certo mas desviou na zaga e se perdeu pela linha de fundo.

A chance mais clara de gol, porém, aconteceu na última jogada da primeira etapa, aos 46 minutos. Dedé cobrou falta pela esquerda, Flávio desviou de cabeça e Geninho completou para o gol, obrigando Wanderson a defender espetacularmente. A bola voltou para Geninho que buscou João Paulo colocado dentro da pequena área, mas o passe saiu alto demais e o atacante não alcançou.








O Grêmio Osasco voltou para o segundo tempo sem alterações. E passou o rolo compressor por sobre o XV. Logo aos 3 minutos, Dedé cobrou escanteio para João Paulo cabecear e mandar a bola para o fundo das redes. O Rochdale estremeceu com a vibração do excelente público presente.











Aos 11 minutos, João Paulo recuperou bola perdida e lançou para Dedé, que dividiu com o goleiro. O rebote sobrou para Geninho que fintou seu marcador e rolou para Souza bater forte. A bola ainda tocou na trave direita antes de morrer nas redes. A torcida enlouquece no Rochdale!






Não restava outra alternativa aos visitantes, senão partir para cima dos locais. Aos 19 minutos Evilar fez grande jogada e tocou para Adilson fuzilar. Montibeller salvou a meta osasquense. A estrela do goleiro voltou a brilhar aos 31 minutos quando defendeu um forte chute de Preto. E também aos 35 minutos quando Douglas cabeceou e o goleiro praticou nova defesa.

O Grêmio Osasco se defendia bem e quando recuperava a bola saia em rápido contra ataque. Aos 43 minutos, numa dessas jogadas, Edinho lançou Rogerinho que foi derrubado pelo goleiro. O mesmo Rogerinho cobrou mas Wanderson defendeu a cobrança e o rebote. Sensacionais defesas do goleiro!









E quando todos esperavam o apito final, aos 48 minutos Edinho fugiu pela esquerda, driblou dois zagueiros e tocou para Rogerinho. O atacante deu um drible seco em seu marcador e bateu forte para se redimir e marcar o terceiro gol da partida. Festa indescritível nas arquibancadas (que recebeu um público de aproximadamente cinco mil torcedores). E fim da linha para a equipe piracicabana, surpreendida pela inquestionável vitória osasquense!







Com um trabalho sério e competente o Grêmio Osasco fez história, e reacendeu a chama do futebol na cidade ao obter a classificação para disputar a Série A2. O time disputará a final contra o Votoraty, mas o objetivo maior (o acesso) foi alcançado. De quebra o time resgatou o orgulho do torcedor, que pode voltar a confiar em vôos maiores. Quem viver, verá!

Ficha Técnica

Grêmio Osasco: Montibeller, Andrey (Rogerinho), Mendes, Flávio, Carlão e Souza. Caio (Felipe), Mineiro e Geninho. Dedé (Edinho) e João Paulo. Técnico: André de Oliveira.

XV de Novembro: Wanderson, Erlon, Carlão, Evilar e Preto. Eder (Oliveira), Diego Silva (Nene), Felipe Nunes e Laércio. Douglas (Alex) e Adilson. Técnico: Edson Vieira.

Local e data: Estádio José Liberatti, Osasco, 07/06/2009, 10 horas.

Arbitro: Paulo César de Oliveira. Assistentes: Ednilson Corona e João Bourgalber Chaves. Quarto arbitro: Sérgio da Rocha Gomes.

Gols: João Paulo (3’ – 2T), Souza (11’ – 2 T) e Rogerinho (48’ – 2T).

Cartões Amarelos: Mineiro, Caio, Rogerinho (GEO); Laércio (XV).

4 comentários:

Marco Aurélio disse...

Nossa, chorei muito nessa conquista maravilhosa do acesso ah A2 do Osasco.. O time foi determinante e o resultado não poderia ser outro.. 3x0 no XV de Piracicaba..

Parabéns Osasco!
Parabéns torcida maravilhosa de Osasco..

E que venha o título !!!
Porque ano que vem..
É Osasco na primeira!!!!!!!!!

LEANDRO disse...

Parabéns Osasco!!!

Não menosprezando as equipes anteriores do Osasco, mais o GEO já fez muito mais que o ECO e o OSASCO FC.

Fico feliz por nossa cidade ser representada na A-2 do Paulistão.

Ano que vem é Osasco na A-1.

Parabéns aos nossos guerreiros.
Se não fosse pela determinação deles, Osasco não sairia do Mapa.

Vamos Osasco!!!

Em 2011 é Osasco e Corinthians na A-1!!!

Alexsandro disse...

Muito bom ser testemunha desse momento de um time da nossa querida cidade, já estava mais do que na hora de entrar no mapa do futebol. Parabens a todos.
Abraços

Katia Murro disse...

8 de junho de 2009 é uma data que não será esquecida pelos amantes do esporte, da nossa cidade e daqueles que reconhecem a capacidade de superação do homem! Foi um espetáculo que não vai deixar saudades porque de agora em diante vai ser cada vez melhor!! Valeu GEO!!!