05 abril, 2009

GEO VENCE E CONTINUA NA BRIGA POR VAGA

Nesta tarde de sábado o Grêmio Osasco recebeu a equipe da Internacional de Limeira no Rochdale e conquistou sua quarta vitória consecutiva em casa. Dedé foi o autor do único gol da partida, que deixou o time osasquense na 9ª. colocação, próximo à zona de classificação, com 21 pontos conquistados (o 8º. colocado é o Osvaldo Cruz, com 23 pontos)

Durante a semana o técnico André Oliveira comemorou a volta dos quatro titulares que não atuaram na derrota diante do Pão de Açúcar. Cristiano e Saraiva voltaram à zaga e Carlão e Jorda ajudaram Mendes a compor o meio de campo. No ataque, porém, o técnico modificou a equipe, com a entrada de Geninho e Rogerinho no lugar de Tuti e João Paulo.

A partida começou truncada, com as duas equipes trocando (e errando) passes no meio campo. Aos poucos o Grêmio Osasco foi dando espaços para a Inter subir ao ataque, e passou a explorar a velocidade de Rogerinho nos contra ataques. E foi dele a primeira chance de gol do jogo. Aos 10 minutos Mendes roubou a bola no meio de campo e tocou para Dedé, que encontrou Rogerinho no lado esquerdo. O atacante bateu por cobertura e a bola raspou o travessão antes de sair para fora.



A todo momento os visitantes paravam o jogo com faltas, algumas próximas à área. Mas o Grêmio Osasco não aproveitava as oportunidades de bola parada. Aos 21 minutos Geninho fez grande jogada pelo meio e tocou para Souza, que foi travado pelo zagueiro, com a bola desviada para escanteio.

Aos 26 minutos novamente Geninho fez boa jogada e desta vez deixou Rogerinho na cara do gol, mas ele chutou forte, por cima do gol, desperdiçando a chance de abrir o placar.




O Grêmio Osasco pressionava e as chances não aproveitadas iam se acumulando. Aos 31 minutos foi a vez de Dedé. Souza cruzou rasteiro na pequena área mas o artilheiro não conseguiu tocar na bola, que saiu pela linha de fundo.






Dois minutos depois, em cobrança de escanteio, Dedé cruzou na área. O goleiro Anderson desviou mal a bola que sobrou para Geninho matar no peito e encher o pé pelo lado esquerdo do gol.





Aos 38 minutos as redes balançaram no Rochdale, mas o assistente assinalou (acertadamente) impedimento de Dedé, após lançamento de Souza. Somente aos 41 minutos a Inter conseguiu chutar pela primeira vez ao gol. O atacante Gil recebeu lançamento dentro da área, girou sobre Cristiano e chutou por cima das traves.

Assim terminou a primeira etapa de jogo, com o Grêmio Osasco criando e desperdiçando as melhores chances de gol. E com a Inter tocando bola na intermediária, porém, sem levar perigo ao gol de Leandro.

Para o segundo tempo, André de Oliveira mandou a campo João Paulo no lugar de Geninho, que sentiu a falta de ritmo de jogo, por voltar de contusão. Dedé, que jogou mais avançado no primeiro tempo passou a comandar a armação do time.

E o Grêmio Osasco botou pressão para cima da Inter. Tanto que dos 3 aos 7 minutos, a bola não saiu de perto da área dos visitantes. Primeiramente com Dedé, que bateu de fora da área para defesa do goleiro. Depois com Cristiano que, na cobrança de escanteio, cabeceou em cima do zagueiro. E finalmente com João Paulo que recebeu passe açucarado de Dedé, mas bateu prensado com o zagueiro.

Aos 16 minutos Souza lançou Rogerinho que, em velocidade, passou por toda a zaga e chutou para uma milagrosa defesa de Anderson.





Em seguida o técnico André Oliveira mandou a campo o atacante Tuti no lugar do volante Carlão. A ousada substituição deixou o time ainda mais ofensivo. Tanto que, aos 22 minutos, o goleiro da Inter a realizou nova defesa. Rogerinho lançou para Dedé que disputou com o zagueiro e tocou em cima do goleiro, que saiu para o abafa.





Finalmente aos 25 minutos o Grêmio Osasco chegou ao seu gol. João Paulo roubou a bola no meio de campo e a lançou para Rogerinho. Em velocidade o atacante passou pelo seu marcador, foi para dentro da área e serviu para Dedé estufar as redes, fazendo seu nono gol na competição.









Aos 38 minutos o onze osasquense poderia ter ampliado o placar. Rogerinho foi à linha de fundo pela direita e cruzou para Dedé bater forte, à esquerda do gol de Anderson.

A Inter quase acaba com a festa osasquense aos 41 minutos. Abuda invadiu a área e chutou na saída de Leandro. A bola explodiu no travessão e na seqüência o zagueiro Saraiva cabeceou para escanteio.

Na última jogada da partida, mais uma vez o perigo rondou a meta de Leandro. Abuda cruzou na boca do gol e Jonathan cabeceou para fora, por cima das traves.

Fim de jogo, vitória do Grêmio Osasco por 1 a 0. Com os três pontos conquistados a equipe osasquense se aproximou do pelotão de elite, o chamado G8, e continua vivíssima na luta por uma das vagas para a próxima fase do torneio, que ainda tem cinco rodadas.

Na próxima quarta-feira, 08, às 15 horas, novamente no Rochdale, o onze osasquense tentará sua quinta vitória consecutiva em casa. O adversário será o Bandeirante, um dos times que briga diretamente por uma das oito vagas.

Ficha Técnica

Grêmio Osasco: Leandro, Andrey, Cristiano, Saraiva e Souza (Mineiro). Carlão (Tuti), Jorda, Mendes e Geninho (João Paulo). Dedé e Rogerinho. Técnico André Oliveira.

Internacional: Anderson Henal, Ailton (Mosca), Bruno, Adinaldo e Toco. Careca, Abuda, Robinson e Alex (Tupã, depois Jonathan). Gil e Leandrinho. Técnico: João Batista.

Local e data: Estádio José Liberatti, Osasco, dia 08/04/09, 15 horas

Arbitro: Michel Douglas do Santos. Assistentes: Marcelo Moreno Santos e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo. Quarto arbitro: Lucas de Castro Cardoso.

Gol: Dedé (25’ – 2T)

Cartões Amarelos: Dedé, Souza e Mendes (GEO); Careca, Robinson, Abuda, Bruno, Tupã e Gil (Inter)

Galeria de Imagens








Um comentário:

manu.matuska disse...

Boa tarde....Gostaria de uma informacao....o jogador Andrey faz parte do elenco do GEo....aguardo resposta no e-mail manu.matuska@hotmail.com

Tks

Manoela