02 agosto, 2009

EMPATE INJUSTO

Os cerca de 200 torcedores que compareceram na manhã deste domingo ao Rochdale presenciaram a uma bela partida de futebol, disputada entre Grêmio Osasco e PAEC, válida pela quinta rodada da Copa Paulista. Tuti abriu o placar e Rafael Martins empatou a partida, ambos os gols anotados ainda na primeira etapa.

O Grêmio Osasco saiu na frente logo aos 8 minutos, em sua primeira jogada de ataque. Paraná dividiu com o zagueiro, Rafinha recolheu a sobra e lançou Tuti. O atacante passou pelos zagueiros com velocidade, driblou o goleiro e tocou para o gol vazio.






Aos 19 minutos Leandro evitou o gol ao sair nos pés de Juca, lançado na área. Dois minutos depois Juca chutou da intermediária e o goleiro osasquense não teve trabalho em defender.

Neste momento da partida o PAEC cresceu e dominou o meio de campo com toques rápidos e curtos, principal característica do time. Aos 25 minutos Juca foi à linha de fundo pela direita e cruzou para Sérgio Lobo cabecear para fora, de peixinho. A defesa osasquense segurou bem a pressão até os 36 minutos, quando os visitantes empataram a partida. Em rápido contra ataque Betão lançou Rafael Martins que tocou na saída de Leandro.

O Grêmio Osasco ainda teve a chance de desempatar no primeiro tempo. Souza cruzou para Geninho que cabeceou na mão de Dheimison.




Se o PAEC dominou parte da primeira etapa, na segunda a supremacia foi osasquense, que atacou o tempo todo e só não aplicou uma goleada histórica porque o goleiro Dheimison estava em jornada inspiradíssima e de muita sorte.

Aos 3 minutos Geninho chutou da entrada da área e Dheimison, bem colocado, defendeu.




Três minutos depois Paraná ajeitou para Jorda desferir um petardo. Dheimison defendeu mas a bola escapou de suas mãos e saiu raspando sua trave direita.






No minuto seguinte, Souza dividiu com um zagueiro e o rebote sobrou para Paraná que bateu forte, para nova defesa do goleiro.





Aos 9 minutos Tuti escapou pela esquerda e bateu por cima do gol, para desespero de Geninho que chegava pelo meio e pedia o passe.




Aos 10 minutos Tuti foi lançado pela direita, invadiu a área e bateu para Dheimison rebater e a zaga afastar. Na sequência Souza ganhou a dividida com o zagueiro e arriscou de fora da área, com a bola passando rente ao travessão. Pressão total do Grêmio Osasco!





Aos 13 minutos, o goleiro defendeu mais uma bola chutada da intermediária por Geninho . Aos 20 minutos Rafinha cruzou na área, Tuti resvalou de cabeça e a bola caprichosamente saiu raspando a trave, com Dheimison batido.





Aos 25 minutos Edinho (que entrou no lugar de Paraná) perdeu um gol incrível. Tuti infernizou a zaga pela direita e rolou para o meia bater por cima do gol.







Dois minutos depois, em cruzamento de Rafinha (que fez um partidaço!) a bola bateu na mão de Binho dentro da área, mas o juiz interpretou como não intencional e mandou a partida seguir.

Durante a segunda etapa Leandro foi um mero espectador. O PAEC ameaçou apenas numa cobrança de falta de Juca, aos 30 minutos. A bola passou rente à trave esquerda de Leandro, assustando o goleiro e a torcida.





Aos 36 minutos, Dheimison voltou a contar com a sorte. Em cobrança de falta Souza ergueu a bola na área. O goleiro saiu mal, mas conseguiu dar um tapa na pelota, que saiu pela linha de fundo, raspando sua trave esquerda. Na cobrança de escanteio Carlão subiu mais que a zaga mas cabeceou fraco, para fácil defesa de Dheimison.







Aos 41 minutos Valdinei tomou o segundo amarelo seguido do vermelho. Mas não havia mais tempo para que o time osasquense explorasse esta superioridade numérica. No final, a pequena torcida presente saiu triste pelo empate injusto, mas satisfeita com o desempenho do time, que voltará a campo no próximo domingo, às 15 horas, quando visitará o São José, em São José dos Campos.

Nos outros jogos do grupo, o Juventus venceu o São José por 2 a 0. O Palmeiras bateu o Flamengo por 3 a 2 e a Portuguesa Santista ganhou do São Bernardo por 2 a 0. Com estes resultados, o Grêmio Osasco perdeu uma posição e terminou a rodada na quinta colocação, a cinco pontos do líder PAEC, mas a apenas um ponto da zona de classificação.

Ficha Técnica

Grêmio Osasco: Leandro, Rafinha (Daniel), Carlão, Flávio, Mendes e Souza. Jorda, Mineiro (Diego) e Paraná (Edinho). Geninho e Tuti. Técnico: Rogério Delgado.

PAEC: Dheimison, Budi, Max Sandro, Binho e Valdinei. Danilo Silva, Baiano, Betão (Paulo Roberto) e Juca. Sérgio Lobo (Martins) e Rafael Silva (Júlio César). Técnico: Sérgio Ribeiro.

Local e horário: Estádio José Liberatti, Osasco, 02/08/2009, 11 horas.

Gols: Tuti (8’ – 1 T) e Rafael Martins (36’ – 1T).

Arbitro: José Maria Ferraz Filho. Assistentes: Alexandre Basílio Vasconcelos e Eduardo de Jesus Conceição. Quarto arbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo.

Cartões Amarelos: Carlão, Geninho e Daniel (GEO); Max Sandro e Valdinei (PAEC). Cartão Vermelho: Valdinei (PAEC).

Um comentário:

cidorello disse...

É incrivem a forma como perdemos 4 pontos dentro de casa, com falhas incriveis do nosso goleiro Leandro, principalmente contra o Juventus , apesar do estado do gramado.Fica provado tbm que depois que o Dedé e o Rogerinho foram expulsos o time caiu de rendimento. acho que todo o elenco deveria cobra-lo, pois hoje em dia não se pode ter baixa no time por motivos bobos.Na minha opiniãoacho tbm que o Ala Daniel não pode ser banco. BOA SORTE LÁ EM SÃO JOSE