16 agosto, 2009

GEO PERDE MAS MANTEM-SE NO G4

Pela última rodada do primeiro turno da primeira fase da Copa Paulista, o Grêmio Osasco conheceu sua segunda derrota na competição, desta feita para o São Bernardo. Biro abriu o placar para os visitantes, Souza empatou e George decretou a vitória, todos os gols marcados na segunda etapa. Mesmo com a derrota, o time osasquense foi beneficiado pelos resultados da rodada e manteve-se na quarta colocação do Grupo 4.

Foi um jogo muito truncado. Mesmo sem violência, a todo momento os jogadores paravam os lances com faltas, impedindo a sequência das jogadas. Para se ter uma idéia, até a sexta rodada a média do campeonato foi de 37,24 infrações por partida. No jogo realizado na manhã de domingo no Rochdale, a arbitragem assinalou 52 faltas (29 dos locais e 23 dos visitantes). Isto impediu que o pequeno público presente nas arquibancadas visse uma boa partida de futebol.

Na primeira etapa os visitantes tiveram maior posse de bola, mas esbarraram na forte marcação osasquense que não se envergonhou de tirar a bola de perto da área com muitos chutões para o alto. Pressionada, a equipe local tentava surpreender no contra ataque. Num deles, aos 24 minutos, Tuti quase abre o placar ao completar de calcanhar um cruzamento de Souza. A bola explodiu no peito do goleiro e a zaga afastou o perigo.

Aos 41 minutos Tuti foi derrubado na entrada da área. A cobrança de Geninho tirou tinta da trave direita defendida pelo goleiro Igor. Aos 45 minutos, em nova cobrança de falta, Geninho cruzou na área. O goleiro dividiu com Eder e iniciou-se um bombardeio: Tuti, Paraná e Souza tentaram, mas as bolas chutadas bateram nos zagueiros que finalmente conseguiram aliviar o perigo.

A equipe do São Bernardo voltou para a segunda etapa mais agressiva e logo aos 2 minutos quase abre o placar. Numa bobeira da zaga, Ney Mineiro apareceu sozinho na área e encobriu Leandro, que saiu para o abafa. A bola raspou a trave direita e caprichosamente se perdeu pela linha de fundo.

Aos 6 minutos, porém, os visitantes abriram o placar. Bola alçada na área, Biro se antecipou a Leandro e cabeceou para o gol vazio.






Quatro minutos depois Souza empatou. Rafinha cruzou e o goleiro se atrapalhou com um zagueiro. A bola sobrou para Geninho que devolveu de cabeça para o meio da área. Souza veio de trás e – também de cabeça – encobriu a zaga e o goleiro. Tudo igual no placar.







Com o empate se esperava que o Grêmio Osasco tomaria as rédeas da partida mas deu-se o contrário. O São Bernardo se segurou na defesa e passou a explorar o contra ataque. As chances de gol foram se sucedendo. Aos 14 minutos Leandro bateu roupa em cobrança de falta, Renatinho completou o rebote mas Mineiro conseguiu evitar que a bola entrasse. Aos 21 minutos Ney Mineiro fez grande jogada pela esquerda e bateu cruzado. Leandro defendeu parcialmente e Mineiro novamente apareceu e desviou para escanteio.

Aos 25 minutos, em nova cobrança de falta, Leandro sofreu a carga de dois adversários o que permitiu que George cabeceasse para o gol vazio. Os osasquenses reclamaram falta em seu goleiro, mas de nada adiantou. O juiz correu para o meio de campo e validou o gol.





Os adversário ainda tiveram a chance de ampliar aos 41 minutos com George que aproveitou a cobrança de escanteio para cabecear sem marcação. A bola explodiu no travessão e foi despachada pela zaga.

Na abertura do segundo turno, no próximo domingo, o Grêmio Osasco voltará a jogar no Rochdale contra o Palmeiras, no mesmo horário. A equipe buscará sua primeira vitória em casa na competição já que até agora, em quatro jogos, foram dois empates (Flamengo e PAEC) e duas derrotas (Juventus e São Bernardo).

Ficha Técnica

Grêmio Osasco: Leandro, Rafinha, Eder, Mendes, Carlão (Dedé) e Souza. Mineiro, Caio e Paraná (Rogerinho, depois Daniel). Geninho e Tuti. Técnico: Rogério Delgado.

São Bernardo: Igor, Niander, George, Melika e Biro. Zé forte, Claudiney, Anderson (Adans) e Renato (Dewide). Ney Mineiro e Renatinho (Raul). Técnico: Luciano Dias.

Local e data: Estádio José Liberatti, 09/08/2009, 11 horas.

Gols: Biro (6’ – 2T), Souza (10’ – 2T) e George (25’ – 2T).

Arbitro: Alexandre Luiz Gonçalves. Assistentes: Douglas Pereira Lopes e Fábio Rogério Baesteiro. Quarto arbitro: Jeimes Willie Catini.

Cartões Amarelos: Tuti (GEO); George, Zé Forte, Anderson e Ney Mineiro.

Um comentário:

cidorello disse...

Que jogo feio, nem parece a equipe que foi vice campeã na A3.Não entendo como é que pode o time cair tanto de rendimento, e não é de hoje.Leandro tomando gols bobos,Rogerinho não é nem sombra daquele que jogou a A3,. Dedé parece que perdeu a confiança.Se continuar assim será dificil o GEO se classificar, 4 jogos em casa e só conseguimos dois pontos? Será que esse técnico (Rogerinho) não é muito fraco?