08 fevereiro, 2009

PRIMEIRA VITÓRIA NA SÉRIE A3

No sábado, 07, o Grêmio Osasco visitou o Nacional em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista de Futebol – Série A3. E voltou da capital paulista com um vitória pelo placar de 2 a 0, com gols anotados por Edinho e Rogerinho na etapa final .




Os torcedores presentes ao Estádio Nicolau Alayon tiveram uma mostra do que veriam logo aos 33 segundos, quando em boa jogada pela direita, Kanu foi travado pelo zagueiro Flávio, quando chutaria para o gol. Bola para escanteio, afastada pela zaga na cobrança.

Aos 3 minutos o Grêmio Osasco respondeu com João Paulo, que lançou Caio em profundidade. Ao invés de avançar, o meia preferiu bater cruzado, sem muita força, facilitando a defesa de Igor, que no ano passado defendeu o time osasquense na Série B.



O placar quase saiu do zero aos 18 minutos, quando Edu Amparo acertou um belo chute de fora da área. A bola se chocou com o travessão e no rebote Ferreira a tocou de cabeça, meio desajeitado, dando chances de recuperação para o goleiro Leandro.

O Nacional apresentava ligeiro domínio na partida e por mais três oportunidades levou perigo ao gol osasquense. Aos 28 minutos, César Santos bateu forte da entrada da área, porém acima do gol. Aos 29, Kanu acertou um chute cruzado, rebatido por Leandro. E aos 31, Ferreira finalizou por cima das traves um rápido contra-ataque da equipe paulistana.

O Grêmio Osasco teve boa oportunidade aos 33 minutos. Em bonita jogada, Geninho lançou para João Paulo, que tocou para Tuti girar sobre o zagueiro e chutar no canto esquerdo de Igor. O goleiro realizou importante defesa, espalmando a bola para escanteio.

Nesta altura a partida era muito disputada, e ambas as equipes abusavam das jogadas mais duras. Numa delas, Tuti deu um carrinho e derrubou o zagueiro Tavares, que caído sobre o atacante, desferiu um soco em seu rosto. Próximo à jogada, o árbitro não titubeou em mostrar o cartão vermelho para o zagueiro.

Surpreendentemente o Nacional voltou para o segundo tempo com a mesma formação, sem recompor sua zaga, como todos esperavam. O Grêmio Osasco então se aproveitou de sua superioridade numérica para tentar definir a partida. Em dez minutos, o time osasquense criou cinco oportunidades para a abrir o placar com jogadas bem trabalhadas, mas finalizadas erroneamente.



Foi o Nacional, porém, quem criou a chance mais clara de gol no começo do segundo tempo. Aos 13 minutos, em cobrança de escanteio, a zaga osasquense jogou contra seu próprio gol, obrigando Leandro a realizar uma difícil defesa, no reflexo. O rebote sobrou para Ferreira que bateu à queima-roupa e novamente Leandro evitou o gol dos paulistanos com sensacional defesa.

A rede balançou no minuto seguinte quando João Paulo tocou para Tuti marcar. Mas o atacante osasquense estava adiantado à zaga e o assistente acertadamente anulou o gol.

As duas equipes atuavam de forma aberta, alternando-se nas oportunidades criadas de gol, mas pecavam na finalização. Até que aos 36 minutos a história mudou. Sob forte chuva, numa cobrança de falta pelo lado esquerdo do ataque, todos esperavam que Geninho alçaria a bola dentro da área. Mas ele cobrou curto para Edinho, que em sua primeira jogada (havia acabado de entrar em campo, no lugar de Caio) caminhou até a entrada da área livre de marcação e acertou um tirombaço. A bola quicou no chão molhado, à frente de Igor, que não conseguiu segurá-la. Delírio da torcida osasquense, que dividiu as arquibancadas com a torcida paulistana.

Dois minutos depois um golaço osasquense. Geninho dominou a bola no meio de campo, passou em velocidade por dois adversários que tentaram pará-lo com faltas, driblou um zagueiro na entrada da área e tocou para Rogerinho na cara do gol. O atacante dominou e colocou a bola no canto direito de Igor, sem chances de defesa para o goleiro.

Terminada a segunda rodada, o Grêmio Osasco assumiu a oitava posição na tabela de classificação. Na próxima quarta-feira, 11, a equipe volta à campo para enfrentar o São Carlos, às 16 horas, no Estádio José Liberatti, em busca de mais uma vitória.

Ficha Técnica:

Nacional: Igor, Didira, Tavares, Itabuna e Adriano. João Carlos, Edu Amparo (Thiago Souza), Cezar Santos e Bruno Martins. Ferreira (Fernando) e Kanu (Robson Baiano). Técnico: Jorge Saran.



Grêmio Esportivo Osasco: Leandro, Duca, Flávio, Brunno, Carlão e Andrey (Thiago). Jordan, Caio e Geninho. João Paulo e Tuti. Técnico: Eduardo Clara.



Local e data: Estádio Nicolau Alayon, São Paulo, 07/02/2009, 16 horas.

Arbitro: Alberto Jorge Nogueira Jr. Assistentes: Humberto Lellis Talarico Leite e Daniel Lofrano. Quarto árbitro: Márcio dos Santos.

Gols: Edinho (36’ 2T) e Rogerinho (38’ 2T).

Cartões Amarelos: Duca, Jorda, Caio e Thiago (GEO); Cezar Santos e Robson Baiano (Nacional). Cartão Vermelho: Tavares (Nacional).

2 comentários:

jonathan disse...

oi eu sou o jonathan moro do lado do campo
eu quero uma oportunidade de entrar no time nº36099242 email:jonathan_albino2@hotmail.com

jonathan disse...

oi