27 janeiro, 2010

EMPATE COM SABOR DE DERROTA

De um lado o líder do campeonato, 100% de aproveitamento nos quatro jogos disputados. Do outro o lanterna, que se recuperou de três derrotas iniciais com um empate fora de casa, mas que ainda não venceu na competição. Pois enganou-se quem apostou na vitória fácil do líder. O Grêmio Osasco fez um primeiro tempo irrepreensível, saiu na frente do placar com Ugo, ampliou a vantagem com Geninho e foi castigado com o empate na último minuto do tempo normal, com um gol assinalado pelo seu próprio zagueiro.

A equipe do técnico Rogério Delgado começou a partida marcando forte no ataque, não permitindo que os locais passassem do meio campo. Aproveitando-se do campo encharcado por conta das chuvas, os meias Edinho e Geninho se revezaram nos chutes de fora da área, mas sem acertar o gol. Aos 8 minutos, porém, Geninho arriscou, o goleiro Emerson não conseguiu segurar e Ugo Casagrande apareceu no rebote para empurrar para as redes, anotando seu primeiro gol com a camisa osasquense.

O Grêmio Osasco continuou com forte marcação, rápida troca de passes e chutes para o gol de longa distância, que fizeram o goleiro adversário trabalhar bastante. Aos 12 minutos, Emerson defendeu belo chute de Edinho. Aos 14 minutos foi a vez de Marcinho bater falta e o goleiro espalmar a escanteio. Aos 25 minutos, Dedé recebeu passe de Ugo e bateu forte, para mais uma defesa de Emerson.

Os gremistas poderiam ter ampliado o placar se o arbitro tivesse anotado pênalti, aos 28 minutos, quando Dedé levou seu marcador pela esquerda e cruzou. O ala Marcelo cortou com o braço, mas o juiz interpretou o toque como não intencional e mandou o jogo seguir.

Aos 30 minutos, porém, o Grêmio Osasco ampliou a vantagem no placar. Geninho roubou a bola no meio de campo, driblou um adversário e, da entrada da área, bateu forte, sem chance de defesa para o goleiro. Golaço!

Na segunda etapa, o técnico Luiz Carlos Ferreira mexeu na estrutura de sua equipe, sacando o zagueiro Toninho e mandando a campo o meia Cambará. A partir de então, pressão total dos locais, que culminou com duas boas defesas de Montibeller e o gol, num chute de fora da área de Dijair, aos 12 minutos.

Ao contrário do primeiro tempo, o time osasquense não conseguia manter a posse de bola e só voltou a dominar a partida com a entrada de André Stocco no lugar de Edinho, aos 22 minutos. O meia entrou muito bem no jogo e botou a bola pra rolar, e aos 33 minutos deixou Douglas Lopes na cara do gol. O atacante chutou forte, para a defesa de Emerson.

O mesmo Douglas teve a chance de matar a partida aos 38 minutos e a desperdiçou. Em rápido contra ataque Geninho lançou o atacante que penetrou na área, driblou o goleiro mas finalizou mal, nas redes pelo lado de fora do gol.

Nos últimos minutos, o União São João partiu com tudo para o ataque, conseguiu três escanteios seguidos, e a defesa osasquense se segurou bem até os 43 minutos quando Baiano cortou mal um cruzamento e mandou a bola pra dentro do seu próprio gol. O árbitro anotou na súmula gol de Cambará, talvez como um prêmio ao meia pela sua boa atuação. Foram de seus pés que nasceram as principais jogadas ofensivas do time, na segunda etapa.

Para os osasquenses, restou um gosto de derrota na boca, embora o empate com o líder, fora de casa, não possa ser considerado um mal resultado. Mas pelo que produziu na partida, o gol nos últimos instantes foi um castigo para a briosa equipe, que continua sem vencer na competição.

No próximo sábado, às 16 horas, o time voltará a campo, quando enfrentará o São Bento, no Rochdale. A boa atuação da equipe em Araras, enche a todos de esperança de que dias melhores virão.

Ficha Técnica

União São João: Emerson, Marcelo (Renato), Toninho (Cambará), Naldo e Batata. Leno, Elvis, Junai e Dijair. Roberto e Robinson (Henrique). Técnico: Luiz Carlos Ferreira.

Grêmio Osasco: Montibeller, Baiano, Anselmo, Mendes e Marcinho (Ricardo Pereira). Elton, Mineiro, Edinho (André Stocco) e Geninho. Ugo (Douglas Lopes) e Dedé. Técnico: Rogério Delgado.

Local e horário: Estádio Hermínio Ometto, Araras, 27/01/2010, 19 horas.

Árbitro: David Ricardo Miotto. Assistentes: Maurício Helder Luiz Alexandrino e Daniel Lofrano. Quarto árbitro: Cristiano de Lazzari.

Gols: Ugo (8’ – 1T), Geninho (30’ – 1T), Dijair (12’ – 2T) e Cambará (43 ‘ – 2T).

Cartões Amarelos: Batata, Elvis e Toninho (USJ); Marcinho, Ugo, Geninho e Montibeller (GEO).

2 comentários:

gordinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gordinho disse...

Osasco vamos lutar,vamos apostar na raça dos nossos jogadores para reverte esses mals resudados que vem acontecendo.contra o são bento vamos mostrar a eles que agente tem capacidade de ganhar,vamos conseguir nossa primera vitoria!!!
torcedores osasquense vamos conparecer ao estadio,para apoiar o Osasco!!!