03 fevereiro, 2010

DERROTA NOS MINUTOS FINAIS

Mesmo atuando com dois jogadores a menos por quase metade da segunda etapa, o Grêmio Osasco segurou bravamente o empate em 2 a 2, até os 44 minutos, quando Gilsinho acertou um chutaço da intermediária e decretou mais uma derrota osasquense em casa.

O Grêmio Osasco começou melhor na partida e logo aos 6 minutos abriu o placar. Geninho driblou seu marcador e bateu forte da entrada da área. O goleiro Paulo Musse espalmou para escanteio, em espetacular defesa. Na cobrança Ugo Casagrande subiu mais que os zagueiro e cabeceou, abrindo o placar no Rochdale.

Dez minutos depois o mesmo Ugo quase ampliou. Edinho fez fila pela direita e lançou para o atacante chutar forte. A bola desviou em Dedé e só não entrou porque Paulo Musse conseguiu impedir em cima da linha.

Aos 18 minutos Mendes, um gigante na partida, se antecipou ao atacante linense, puxou rápido contra ataque e lançou Geninho. O meia cortou o zagueiro e buscou o ângulo esquerdo do gol, errando o alvo.

Depois dos 20 minutos o Linense passou a dominar a partida. Com troca de rápidos passes a equipe cruzava a bola de um lado para o outro, confundindo a marcação osasquense. Aos 28 minutos Marcelos Santos entrou driblando pelo meio da área e deixou André Luiz na cara do gol. O atacante, com categoria, deu um tapa na bola, na saída de Montibeller. Tudo igual no placar.

Depois do empate o Grêmio Osasco voltou a atacar e por duas oportunidades levou perigo ao gol de Paulo Musse, com Edinho, aos 29 minutos, e Baiano, aos 34 minutos, ambos em chutes de longa distância.

Mas foi o Linense quem botou pressão. Tanto que a equipe teve cinco escanteios seguidos. Num deles, aos 39 minutos, o artilheiro Fausto escorou de cabeça e viu a bola tirar tinta da trave direita de Montibeller. No minuto seguinte, André Luiz voltou a marcar. Tarracha cruzou da esquerda, Fausto ajeitou para o atacante que ainda driblou Mineiro antes de chutar rasteiro, no canto direito do gol. Virada linense!

Aos 44 minutos Dedé recebeu passe de Marcinho e quando girou sobre seu marcador teve sua camisa puxada e foi desequilibrado dentro da área. Pênalti claríssimo não marcador pelo árbitro.

Para a segunda etapa o técnico Rogério Delgado promoveu a entrada de Amaral no lugar de Baiano, que teve dificuldades para segurar o rápido André Luiz, melhor jogador do primeiro tempo. A alteração melhorou a equipe, que chegou ao empate aos 8 minutos. Geninho bateu forte para o gol, Ugo dominou no meio do caminho, ajeitou e chutou sem chances de defesa para o goleiro. Tudo novamente igual no placar!

Mas aos 15 minutos, um balde de água fria. O ataque gremista perdeu a bola, Marcelos Santos lançou André Luiz em profundidade e Anselmo segurou o atacante pela camisa, depois de ser driblado por ele. Foi advertido com o segundo amarelo, seguido do vermelho. A situação se complicou ainda mais com a expulsão Mineiro, também pelo segundo amarelo, aos 26 minutos. Mas desta vez o árbitro exagerou pois foi numa disputa normal de bola, não merecedora de punição.

Com dois jogadores a mais em campo o Linense partiu para o abafa e a defesa osasquense se segurou como pode. Aos 38 minutos André Luiz (sempre ele) chutou de fora da área, Montibeller rebateu e Fausto cabeceou por cima das traves, com o goleiro batido.

Aos 44 minutos Montibeller fez uma defesa espetacular, evitando milagrosamente o gol num chute a queima roupa de Vagner. Mas no minuto seguinte, não teve jeito: Gilsinho acertou um chute rasteiro, de fora da área, no canto direito do goleiro.

Os visitantes quase ampliaram aos 47 minutos, quando André Luiz entrou em velocidade pela esquerda, driblou Montibeller mas concluiu por cima das traves.

Em situação complicada na tabela de classificação (é o último colocado), o Grêmio Osasco viajará a Taquaritinga, onde enfrentará a equipe local no próximo domingo, às 17 horas, em mais uma tentativa em conquistar sua primeira vitória no campeonato.

Ficha Técnica

Grêmio Osasco: Montibeller, Baiano (Amaral), Anselmo, Mendes e Marcinho. Elton (Cacá), Mineiro, Edinho (Fabão) e Geninho. Dedé e Ugo Casagrande. Técnico: Rogério Delgado.

Linense: Paulo Musse, Eric (Pereira), Rocha, Ênio e Tarracha. Olívio (Canindé), Vagner, Gilsinho e Marcelo Santos (Alessandro Cambalhota). Fausto e André Luiz. Técnico: Vilson Tadei.

Local e horário: Estádio José Liberatti, Osasco, 03/02/2010, 16 horas.

Árbitro: Marcelo Prieto Alfieri. Assistentes: Ricardo Busette e Vitor Carmona Metestaine. Quarto árbitro: Pascoal Rodrigues Dias.

Gols: Ugo Casagrande (6’ – 1T e 8’ – 2T), André Luiz (28’ e 40’ – 1T), Gilsinho (44’ – 2T).

Cartões Amarelos: Ugo, Anselmo, Mineiro, Geninho, Mendes, Montibeller e Dedé (GEO). Olívio e Vagner (LIN). Cartões Vermelhos: Anselmo e Mineiro (GEO).

3 comentários:

cidorello disse...

que bosta.............

cidorello disse...

vazzzzzza rogerio delgado, vc é muito ruim

Rafael disse...

Força Osasco!